1 de fevereiro de 2007

"Porque quero ser jesuíta?"


Escrito por Karl Rahner,sj em 1973

A espiritualidade de Inácio, que recebemos através da prática de oração, foi mais importante para mim do que a filosofia e a teologia mais sublimes, tanto dentro como fora da Companhia…

Digo isto com simplicidade, ainda que soe a piedoso.

Quero ser jesuíta, não porque a Companhia de Jesus tenha um influxo significativo na Igreja; não porque tenha hoje muitas universidades e sábios de todo o tipo, ou porque se faça sentir nos meios de comunicação social, etc., etc.; nem sequer porque, em muitos países, a Companhia se tenha posto, mais claramente do que antes, ao lado dos pobres e dos oprimidos.

Se quero ser jesuíta, é porque também hoje, para além de qualquer trabalho pastoral, eclesial ou eclesio-político, vive-se, a meu ver, com ou sem êxito, em muitos dos meus companheiros, um desejo de serviço calado, não retribuído, de oração, de abandono ao mistério de Deus, de aceitação serena da morte como ela vier, de acolhimento de Jesus crucificado.

Penso em irmãos que eu próprio conheci. Penso no amigo Alfredo Delp, que assinou a sua incorporação definitiva na Companhia com as mãos algemadas pelos nazis; penso naquele que, numa aldeia da Índia, onde nenhum intelectual do país aparece, ajuda os pobres a cavar poços; penso em quem, a cada hora, atende no confessionário às tribulações e angústias dos que são burgueses apenas na aparência; penso em quem foi espancado, juntamente com os seus estudantes, pela polícia de uma ditadura, sem a satisfação de aparecer como glorioso revolucionário;

Penso em quem anda diariamente nos hospitais à cabeceira dos moribundos e para quem o absolutamente único tem que fazer-se costume rotineiro; penso naqueles que nas prisões têm que “pôr à venda” a mensagem sempre nova do Evangelho e a quem se agradece mais os cigarros que a palavra de Deus; penso naqueles que, com esforço e sem êxitos “estatísticos”, tentam aceder uma faísca de fé, esperança e amor numa quantas pessoas.

Tais figuras, e muitas outras realidades e tarefas pessoais que alcançam o próprio Mistério de Deus, são, também hoje, aquilo que se tem como decisivo na Companhia de Jesus.

3 comentários:

Fernando disse...

Lindo!!! Quando li o teu post de imediato me identifiquei com o que dizias...
"A espiritualidade através da prática de oração, foi mais importante...ao lado dos pobres e dos oprimidos...um desejo de serviço calado, não retribuído, de oração, de abandono ao mistério de Deus, de aceitação serena da morte como ela vier, de acolhimento de Jesus crucificado...ajuda os pobres a cavar poços...atende no confessionário às tribulações e angústias ...tentam aceder uma faísca de fé, esperança e amor numa quantas pessoas"
Não pude nem posso passar indiferente a estas palavras. Para mim e para ti são mais que meras palavras, são vida. Desejo cada dia transforma-las em vida, actos, gestos...
Pedro Arrupe dizia que a atitude fundamental de um seminarista era conhecer Cristo e ir-se convertendo num bom amigo de Cristo, "Então ter-se-á tudo nas mãos! Então poder-se-á ir por aí e falar..." Guardo estas palavras no mais intimo do meu coração e procuro vivê-las na e com a vida.
Por que quero ser padre? Quero porque Ele quer. Vou porque me chama, sigo porque me mostra o caminho, levanto-me porque me dá a mão e puxa, faço rir porque Ele sorri para mim... eu quero ser porque Ele quer que eu seja. Que dom, que graça... Que o nosso amigo Jesus nos ensine a ser o que Ele quer que sejamos. Hoje rezo assim...
Um abraço do teu amigo

Discípulos disse...

Recordamos os últimos momentos da nossa Querida e Santa Irmã Lúcia antes de "Nascer" para a Plenitude do Amor de Deus, a 13 de Fevereiro de 2005 pelas 17:25h.

"Sim, naquele momento, o seu olhar que se apagava para esta vida, abria-se à Luz Eterna de Deus! Num dado momento, inesperadamente, aqueles olhos que tantas vezes contemplaram o Invisível, abriram-se! Olhou todas as Irmãs. Depois voltou- os para a direita e fixou os meus. Não consigo descrever a profundidade desse olhar! Foi impressionante. Coloquei o crucifixo nessa direcção e em seguida voltou a fechá-los. Foi a despedida." (Irmã Celina, Madre Superiora)

Para além de recordarmos o dia do seu nascimento para a Eternidade, convidamos-te a partilhar, em intimidade, no silêncio da alma a Santidade.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,