4 de maio de 2007

Um profeta


Nestes dias fomos visitados por um profeta. É um companheiro jesuíta que trabalha na Amazónia, (no meio da Amazónia!) com os povos que lá vivem. Padre Fernando.
É um profeta porque a sua presença, tal como a de Jesus, desafia à conversão, é um apelo em carne e osso a viver as bem-aventuranças, a ser feliz com menos coisas, a mudar a mentalidade, a sintonizar com o essencial. Diante de alguém assim, que faz milhares de Km de canoa só para estar com pessoas que se calhar nem entendem o que é um padre, ou um sacramento, os meus males, os meus medos, as minhas dificuldades tornam-se quase ridículas! Não, não foi a aventura que mais me impressionou, nem sequer a coragem de ir para o meio dos crocodilos sozinho. O que mais me impressionou, e que não posso deixar de sentir cá dentro, foi a alegria e felicidade que cada palavra e cada gesto dele transmitiam! Foi a sua experiência de Deus que, de tão forte que é, transborda e inunda-nos a todos. Foi o desafio evangélico que a sua simples presença comunica.

Não quero ir para a Amazónia...(pelo menos por enquanto)! Mas também não quero deixar passar esta oportunidade de conversão. Tantas pessoas, imagens, textos, filmes, conversas, tantas vezes Deus tenta entrar na nossa vida e deixamos para depois...
Também quero amar assim e ser amado assim, mesmo que seja aqui nesta selva de asfalto e betão como dizia o Pe Fernando. Que o Senhor nos ensine a dar a vida em cada pedacinho de existência; no estudo, na oração, no trabalho, nas relações, no que leio, no que penso, no que digo, no autocarro, na rua, no café...

7 comentários:

Anónimo disse...

Assim seja Irmão;)!

vivercomalma disse...

Deus pede-nos para que cada pedacinho da nossa vida seja uma verdadeira Entrega. O lugar e a forma são pequenos pormenores, porque o importante na vida será em tudo estar n'Ele e por Ele.

Um abraço,
do outro lado do mundo
luisa

João Delicado, sj disse...

Xico: obrigado pelo teu post.

Conhecer o Pe. Fernando fez-me perceber que aquela "história" de "o jesuíta pode estar em qualquer lado onde haja pessoas" é mesmo verdade. Porque não no meio dos índios (e das piranhas, e dos crocodilos, e da selva virgem)?

Conhecê-lo fez-me reconhecer nele o Father Gabriel do filme "A Missão", actualizado para os nossos tempos.

Conhecer um pouco da Amazónia através da apresentação que nos fez, fez-me sentir pequenino e mais atento ao que está para além do meu pequeno mundo.

Alargar fronteiras, derrubar muros, tirar escamas dos olhos. O Mundo é muito maior do que parece.

ERute disse...

Que belo testemunho...
E eu que ontem me queixava de quem tenho ao meu lado... eu é que devia ir para a Amazónia, para aprender.

Obrigado.

MissGarfield disse...

e nao sera este nosso mundo uma verdadeira amazonia? olho ao meu redor e vejo pessoas que estao famintas de Deus, mas desconhecem a sua fome...desconhecem o proprio Deus apesar de terem ouvido falar d'Ele tantas vezes... E tristemente desconfio que talvez estas sejam mais dificeis de atingir do que as da verdadeira amazonia...

Zé Maria Brito,sj disse...

e verdade... é um grande testemuno.
também passou por aqui...!
do que nos disse ficou uma inquietação que ele mesmo nos lançou:
O facto da companhia em Espanha (na europa) não ser alvo de críticas, não ser sinal de contradição não significa que estamos demasiado acomodados?
fica a pergunta!!
um abraço e obrigado pelo texto!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,