21 de outubro de 2007

20 Outubro 2007 - Sé Nova de Coimbra

andreas lind antónio ary bruno nobre francisco martins pedro luz pedro silva vasco themudo

Chegados ao fim de dois anos de noviciado, decidimos fazer os primeiros votos na Companhia de Jesus. Fazer votos é decidirmo-nos a seguir um caminho radical que nos é proposto por Jesus: viver como Ele viveu, pobre, casto e humilde, sendo assim sinais do amor de Deus e construtores de um mundo mais justo. Os três votos religiosos são a expressão da entrega, total e livre, que desejamos viver.

Viver em POBREZA consiste em olhar para todas as coisas a partir de Deus e tê-l’O a Ele como única segurança. Num estilo de vida despojado e simples, pondo tudo em comum, comprometemo-nos com a justiça, ao lado dos mais pobres e esquecidos.

A CASTIDADE é a nossa forma de amar cada pessoa, com a máxima proximidade, de forma livre e gratuita e por isso sem exclusividade. Desejamos assim testemunhar o amor universal de Deus, saindo de nós próprios, em contínuo movimento e desinstalação.

Através da OBEDIÊNCIA procuramos fazer a vontade de Deus e não apenas seguir os nossos interesses ou apetites, dando espaço ao serviço e à humildade. A relação adulta e conversada com os nossos superiores torna-nos parte de um corpo, ao serviço da Igreja e do mundo.

Não fazemos os votos sozinhos, nem os fazemos para nós. São um meio e não um fim, o caminho que nos faz cada vez mais jesuítas. Queremos cada dia dizer “sim” à missão que Deus nos confia, certos de que só Ele é capaz dar a cada pessoa uma vida nova, cheia de esperança, sentido e horizonte...