20 de janeiro de 2008


A expectativa era grande. Afinal a última eleição do superior geral dos jesuítas foi em 1983. A congregação geral é, já de si, um grande acontecimento, preparado e vivido com entusiasmo. Mas esta, a 35ª, tinha ainda mais este atractivo. Quem será o homem a quem Deus pedirá o “suave encargo” de conduzir a Companhia de Jesus nos próximos anos? A questão não é só administrativa. Será por excelência o rosto da Companhia, a quem cabe governar cheio de amor e, tanto quanto possível, com eficácia apostólica. Sobre o cargo e os que o ocuparam contam-se ternas anedotas, pormenores da relação com Deus que entusiasmam e nos fazem sentir que pertencemos ao mesmo Corpo.

Estava a estudar, quando simpaticamente o Pedro Silva abriu a porta da sala com o esperado anúncio:

- Já temos Geral! E saiu.

-Já temos geral? Fui então ter com os companheiros que, “de volta” da Internet, sacavam as últimas. Adolfo Nicolás, espanhol a viver há mais de quarenta anos no Japão, Coreia e Filipinas. O Luís Amaral já estava de volta de duas páginas que davam mais pormenores. “A Ásia tem muito ainda para oferecer à igreja”, disse em entrevista de 2007. Era actualmente presidente da “Conferência Jesuíta do Sudeste Asiático e Oceânia”, ou seja, acompanhava de perto uma grande quantidade e diversidade de jesuítas em diversos contextos. Fala de exercícios espirituais que podem ser dados a não cristãos, e diz que ainda há “ mais espaço para experimentar, para tentar, para pensar e trocar experiências”. Os pormenores se saberão com o tempo, mas logo ficou a ideia de um homem com experiência dos dois mundos (ocidente e oriente), e portanto apto a dialogar e lançar pontes.

O entusiasmo continuou, e por algum tempo ouviam-se pela casa conversas animadas acerca da novidade. Passei pela capela e vi que espontaneamente os companheiros ali estavam, aos pés de Jesus, certamente a agradecer e a pedir por um futuro cheio de desafios que o Pe Nicolás vai liderar. Que o Espírito Santo o abençoe. Que o Espírito Santo nos abençoe.

Para mais informações sobre a eleição do P. Nicolás [clicar]

Texto de José Luís