29 de setembro de 2008

Russia


PARTE 1 : A História do Urso Russo




O Urso Russo acordou.

Na aldeia-europeia circulavam rumores que o grande urso tinha despertado do sono da hibernação. Havia já alguns indícios da sua presença nas imediações da aldeia. Pequenos e estranhos vestígios iam surgindo, mas, mesmo assim, os lideres não mostravam receio ou preocupação. Negavam a presença do urso, afirmando serem rumores alarmistas, sem provas suficientes para justificar tal estado de alarme. Por isso, enquanto o urso não desse provas inegáveis da sua actividade, não poderia trazer riscos. A aldeia continuava a olhar a caverna do urso, como local isolado donde se poderiam colher enormes recursos e tesouros.

O Urso dorme.

Na escola da aldeia, falava-se do urso como coisa do passado. Os alunos ouviam estórias que os mais velhos contavam de outros tempos: uma enorme tempestade assolou a aldeia e os arredores. Contava-se que quando a Estação Fria acabou, o urso refugiou-se numa caverna. Lá permaneceria até regressar o frio, mantendo um longo estado de hibernação.

Coisas estranhas se passavam no local. Jornalistas desapareciam, outros morriam acidentalmente, estranhos ruídos se ouviam à noite.

Um ou outro aldeão tentava alarmar a aldeia para o possível despertar do grande urso. Muitas pessoas presas à história do passado, só acreditavam que o urso voltaria a acordar quando a Estação Fria regressasse.

O Urso Russo acordou. E no dia 7 de Agosto, a aldeia-europeia viu o Grande Urso.