4 de setembro de 2008

Sensus Christi

Dá-me essa graça, esse sensus Christi, os teus autênticos sentimentos, de forma que eu possa viver toda a minha vida, interiormente e exteriormente, procedendo e discernindo com o teu Espírito, exactamente como tu fizeste durante a tua vida mortal. Ensina-nos a tua maneira de proceder para que isso se torne o nosso caminho hoje, de forma que possamos estar mais próximos do grande ideal de Santo Inácio: ser companheiros de Jesus no trabalho da redenção, cada um de nós um alter Christus, outro Cristo.

Pedro Arrupe