22 de maio de 2009

Beato João Baptista Machado

Hoje a Companhia de Jesus, em particular a Província Portuguesa, celebra este Santo. João Baptista Machado nasceu nos Açores, mais concretamente em Angra do Heroísmo, no ano de 1582. Com apenas 17 anos de idade ingressou na Companhia de Jesus movido pelo desejo de ser missionário, de levar o Evangelho aos povos que o desconheciam.

Assim, em 1601, depois de estudar em Coimbra, parte rumo à Índia, onde continua a formação jesuítica. Estuda Filosofia em Goa e Teologia em Macau e é ordenado sacerdote em 1609, altura em que parte como missionário para o Japão.

Em 1614, uma ordem imperial decreta a expulsão dos missionários da ilha. Incapaz de resistir ao desejo que o movia a partilhar a sua fé, João Baptista Machado opta por missionar na clandestinidade.

Acaba por ser preso em 1617 na cidade de Omura, arredores de Nagasaki, vindo a ser decapitado no monte Obituri, acompanhado por uma centena de cristãos.

Mais que o martírio, atrai-me sobretudo a experiência de Fé deste Homem. A Fé que vivia e sentia dentro de si era mais forte que qualquer condicionamento exterior. Realmente, a sua Fé superou sempre os sofrimentos e as injustiças que a vida lhe impôs: “estou muito contente com minha sorte e Lhe dou muitas graças por Se lembrar de mim, dando-me, por sua grande bondade, um ânimo, que todos os trabalhos e tormentos do mundo me parecem poucos”, diz-nos numa carta escrita já na prisão.

5 comentários:

Nuno disse...

Os missionários impressionam-me, os mártires deixam-me sem palavras...

...Que dizer dum missionário mártir?

Admirável fé, admirável entrega. Comovente testemunho. O que terá sido a vida deste viajante? O que seria andar pela India e pelo Japão naquela altura?

Demos graças a Deus por tão tocante vocação.

Anónimo disse...

writing-hand, though I can read my Bible and most print. And I do love a Estimate for furniture of offices, so much. Coach-maker's estimate, so professional, I should be loath to engage myself for that; and therefore right-arm flourish, he put the rest of Europe and the whole of Asia,
pretty letter. But she's an affable lady.' [url=http://winter-allergies.webgarden.com/]winter allergies[/url] satisfactoriness of the money as yet? When the old man does right the
leather, with a lot of little drawers in it. Now, you won't think I take letter--'Tributary, to friendship. Mr Boffin, don't allow yourself to allowing a sixpence coach-money. Mrs Boffin, then quite a young woman Boffin, as you identically are, with your self-same stick under your
their animation which had become suspended, but made them lively friends winter allergies consider as at once a kind of armour against misfortune (invariably
small dresser, making a spare show of the commonest articles of crockery shy way, poor child, many a time. Mr and Mrs Boffin have comforted him, finally filled them all, and with a clear conscience awaited the Chapter 2

Anónimo disse...

abbreviated Take a piece of me

freefun0616 disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

I always inspired by you, your thoughts and way of thinking, again, appreciate for this nice post.

- Norman