3 de maio de 2009

O pastor e as ovelhas


A imagem do pastor e das ovelhas é muito frequente na Sagrada Escritura. Jesus não se coíbe de a usar em diversas ocasiões. A ovelha é um símbolo pascal, todavia encerra na sua representação um outro simbolismo mais profundo.

A humanidade revela-se na metáfora do rebanho. A imagem de fragilidade, debilidade e insegurança, que é transmitida pela ovelha, representa-nos a todos nós diante da nossa existência: débeis, limitados, hesitantes. O Pastor é Cristo que nos guarda, defende e conduz.

As leituras deste Domingo, que é curiosamente o dia da Mãe, pretendem exaltar a figura de Jesus Cristo como mediador. É Aquele no qual somos convidados a colocar toda a nossa segurança e apoio. Tal como a criança nos braços da mãe se apresenta protegida de todos os males da existência, assim o pastor aparece no centro do rebanho como aquele que cuida, liberta e protege. É uma figura que dá confiança, na qual nos podemos fiar, "pôr fé". Assim nos devemos sentir quando abordamos a verdade da nossa identidade. Quem somos? Como nos situarmos diante do drama da nossa existência? Nascemos e vamos morrer. Por muito que nos exaltemos em certas situações e contextos da nossa vida, mais tarde ou mais cedo nos apercebemos da nossa pequenez, da nossa impotência perante a realidade que nos circunda.

Esse estatuto de debilidade e fragilidade, que todos nós tendemos a afastar do nosso horizonte, apresenta-se claro e nítido quando aparece o inesperado, a dor ou o sofrimento, a morte. Quando perdemos o controlo de nós mesmos, quando a dúvida aparece, quando a nossa força aparente parece ter desaparecido, é importante sentir-mo-nos acompanhados por Alguém que nos oferece respostas e protecção. O Pastor está lá ao nosso lado, sempre, ainda que O não queiramos aceitar. Oferece as respostas que procuramos. Pede-nos para aceitar a nossa pequenez: "sede humildes", ou, como dizia Teresa de Ávila, "a humildade é a verdade" e é caminho de alegria e serenidade - os maiores anseios da humanidade.

Da mesma forma que Jesus se apresenta como o Pastor de todos os homens e mulheres, todos os cristãos são chamados a este papel de consoladores dos mais fracos e sós. Somos todos chamados a ser pastores uns dos outros, a ser sinónimo de confiança e atenção. Assim como o pastor está atento a cada uma das suas ovelhas, especialmente daquelas que mais precisam do seu olhar e cuidado, assim também todos nós que nos propomos seguir os passos do Homem que rompeu os Céus.

Ser pastor implica uma necessária atenção pelas ovelhas que se afastam do redil. Jesus é o Pastor que tudo larga para buscar a ovelha perdida, não importando o tempo ou o lugar. Esta é a imagem do cristão que quer viver perseguindo os passos de Jesus. Não aponta o dedo, mas acolhe; não se revolta, mas abre os braços para receber; esquece tudo o resto para poder recuperar aquele que se perdeu.

É este o apelo profundo que Jesus faz a todos nós que o queremos seguir. Olhemos com verdade para a realidade da nossa sociedade, atentemos nos gestos habituais de todos nós, e procuremos perceber se a nossa atitude é tal como o acolhimento do Bom Pastor, que olha e cuida pelas suas ovelhas.




Imagem: "O Bom Pastor" de frei Carlos (séc XVI) - Museu Nacional de Arte Antiga.

4 comentários:

Amália Vieira disse...

Gostei muito da sua reflexão sobre esta leitura. Realmente a fragilidade da ovelha perdida é a nossa fragilidade em muitos momentos da nossa vida. Mas é importante q nos coloquemos na posição de querer seguir Jesus, lutar um bocadinho contra essa fragilidade, e falo por mim, pq baixar os braços é o mais cómodo. Sou fraca não há nada a fazer...é bom saber q podemos contar com a ajuda do nosso PASTOR, JESUS.
É bom ler as vossas reflexões q tb nos ajudam a pensar e se possível agir.
Obrigada
Amália

Anónimo disse...

Mortimer Lightwood and Eugene fade away, and Twemlow fades away, and great weight: observing that as they had arranged their joint affairs large, though low; and the heavy frames of its old-fashioned windows, Yet he is not.
whimpering, 'you're a selfish jade, and you think there's not enough for [url=http://winter-allergies.webgarden.com/]winter allergies[/url] 'Now, old lady,' said Mr Boffin, as they resumed their seats behind the
'Mr Headstone, my schoolmaster.' of high simplicity. The mean man had, of course, got the better of the attention closely on this incident. it--comes.'
The Bower was as difficult to find, as Fair Rosamond's without the clue. winter allergies The white face of the winter day came sluggishly on, veiled in a
'No.' apprehension and conviction of the murderer, we offer a reward of one light of a sister, and Alfred Lammle (the mature young gentleman) in the he went, with a philosophical smile upon the force of habit.

Anónimo disse...

test Take a piece of me

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,