17 de setembro de 2009

S. Roberto Belarmino


Hoje a Igreja celebra a memória de S. Roberto Belarmino, bispo e doutor da Igreja. S. Roberto Belarmino nasceu em Montepulciano, na Toscana, no ano de 1542 e entrou na Companhia de Jesus em 1560. Estudou teologia em Pádua e em Lovaina. Em 1576 tornou-se professor no Colégio Romano, hoje conhecido como Universidade Gregoriana. Foi nomeado cardeal em 1590 e governou a diocese de Cápua de 1602 a 1605. Escreveu muitas obras exegéticas, pastorais e ascéticas, e foi conselheiro de Papa em assuntos de grande importância. Morreu em Roma a 17 de Setembro de 1621. Foi canonizado por Pio XI em 1930 e no ano seguinte foi declarado Doutor da Igreja Universal.

Como homem santo, S. Roberto Belarmino sabe que é na comunhão com Deus que se encontra a finalidade do ser homem. É isso que nos diz no pequeno excerto, que aqui deixo, do Tratado da elevação da mente para Deus:

Se tens alguma sabedoria, compreenderás que foste criado para glória de Deus e para a tua salvação eterna. Este é o teu fim, este é o centro da tua alma, este é o tesouro do teu coração. Se alcançares este fim, serás feliz; se dele te afastares serás infeliz. Deves considerar como bom o que te conduz ao teu fim e como verdadeiramente mau o que dele te afasta. Para o sábio, a prosperidade e a adversidade, a riqueza e a pobreza, a saúde e a doença, a honra e a ignomínia, a vida e a morte, são coisas que, por si mesmas, nem se devem procurar nem evitar. Se contribuem para a glória de Deus e a tua felicidade eterna, são bens e devem ser desejadas; se impedem essa glória e felicidade, são males e devem ser evitadas.