3 de janeiro de 2010

EPIFANIA – a glória de Deus brilha para o mundo no rosto de uma criança



Em Belém, a Senhora segura o Filho nos braços. É mais uma noite como as outras, fria, estrelada. Alguns pastores visitam de novo a gruta para poderem ver ainda uma vez mais o Menino. Mas nesta noite três figuras incomuns, de traços estrangeiros, roupagens e línguas de outros povos, aproximam-se da entrada da gruta, procurando um rei.

Uma estrela tinha surgido no seu horizonte, uma estrela invulgar, nova, de um brilho muito próprio. Brilhava nos céus uma profecia antiga.


“Levanta-te e resplandece, Jerusalém, porque chegou a tua luz e brilha sobre ti a glória do Senhor. Vê como a noite cobre a terra e a escuridão os povos. Mas, sobre ti levanta-Se o Senhor e a sua glória te ilumina.” Is 60, 1-2


Põem-se a caminho, seguem a estrela. Levam consigo tesouros para oferecer:

Ouro, para o Eterno Rei

Incenso, para o Filho de Deus

Mirra, para Aquele que dará a vida até à morte


Procuram um rei e dirigem-se a Jerusalém, mas o seu caminho, guiado pela estrela, desvia-se da grande cidade e dos grandes palácios para uma pequena cidade, Belém, até um estábulo onde repousa um divino Menino, entre animais e pastores. E nestas três figuras nos é dito que Aquele que a Senhora nos mostra em seus braços, fruto do seu ventre, é manifestação de Deus a todos os povos e culturas, aos simples e aos sábios – aos que acorrerem a Belém.


Se hoje formos à cidade de David, à procura do Senhor, que sinais seguimos? Por que caminho nos levam? Que levamos connosco para dar? O que esperamos encontrar?


Se hoje formos a Belém ver o Salvador nascido, quem encontraremos lá a adorá-Lo?


Seja qual for a resposta, não deixemos de ir a beijar o Menino. Quem diria que a epifania de Deus, a sua manifestação, seria a candura de uma criança?


3 de Janeiro de 2010 - Epifania do Senhor
LEITURA I Is 60, 1-6
SALMO RESPONSORIAL 71, 2.7-8.10-11.12-13
LEITURA II
Ef 2-3a.5-6
EVANGELHO
Mt 2, 1-12