16 de outubro de 2010

Missão 2010 | Pastoral da Cultura da diocese do Porto organiza mês dedicado à esperança.



O Secretariado da Pastoral da Cultura do Porto (SDPC) vai ser o principal responsável das actividades a realizar em Novembro no âmbito da “Missão 2010”, conjunto de iniciativas promovidas pela diocese para anunciar a mensagem cristã.

A evocação daqueles que vivem já na comunhão plena com Deus (Todos os Santos, dia 1), a esperança da vida eterna para os que morreram (Fiéis Defuntos, dia 2) e a espera de Cristo e do final dos tempos que caracterizam as quatro semanas antes do Natal (início do Advento, dia 28) dão o sentido ao tema escolhido para Novembro: “Esperança”.

O SDPC propõe às paróquias, movimentos e organismos “um mês de reflexão, de contemplação, de abertura à beleza” através de várias iniciativas, refere o site da diocese do Porto.

O departamento dirigido por Joaquim Azevedo, director do Centro Regional da Universidade Católica da Cidade Invicta, elaborou um folheto sobre a morte e a esperança cristã acessível a todos os públicos.

O texto, que deverá ser distribuído a todas as pessoas junto à entrada dos cemitérios, aborda o confronto com a morte de pessoas queridas e as várias perspectivas acerca da morte e da esperança.

Ainda dentro desta temática, o SDPC preparou a brochura intitulada “A Morte e a Esperança Cristã”, edição que inclui abordagens multidisciplinares e contributos de várias expressões artísticas.

As possibilidades apresentadas pela Pastoral da Cultura da diocese, que resultam de um trabalho realizado ao longo de 2010, incluem eventos onde predomina a componente artística: “A beleza abre-nos horizontes insuspeitados de acesso ao amor de Deus. Por isso, não desistimos de a propor como experiência e como horizonte”, assinala o Secretariado.

As paróquias e vigararias da diocese têm acesso a uma lista com propostas de concertos, que poderão exibir de acordo com os seus recursos financeiros e as datas disponíveis.

O mesmo esquema será aplicado a um conjunto de conferências e debates sobre a morte e a esperança cristã: o SDPC convidou especialistas que se deslocarão às paróquias para ajudarem na reflexão e aprofundamento daqueles temas.

A 15 de Novembro decorre o seminário “A pergunta na hora de partir – A morte na poesia portuguesa do século XX”, com inscrições até ao próximo dia 10.

A iniciativa, que decorre na Universidade Católica, conta com comunicações sobre quatro poetas portugueses - António Nobre, Teixeira de Pascoaes, Ruy Belo e Daniel Faria.

O programa é o seguinte: 09h30: Abertura (por Joaquim Azevedo); 10h00: António Nobre (por José Carlos Seabra Pereira); 11h15: Pausa; 11h45: Ruy Belo (por Manuel António Ribeiro); 13h00: Almoço; 15h00: Teixeira de Pascoaes (por Antonio Cândido Franco); 16h15: Pausa; 16h30: Daniel Faria (por D. Carlos Azevedo, bispo auxiliar de Lisboa, vogal da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais).

Pelas 18h30 será executada a obra "Quarteto para o Fim dos Tempos", de Olivier Messiaen.

Decorrerá simultaneamente uma exposição com obras da escultora Karin Somers.

Rui Martins
© SNPC | 14.10.10

In: http://www.snpcultura.org/pcm_pastoral_cultura_porto_esperanca.html

[Imagem: Mulheres diante do túmulo de Cristo (det.) (Benozzo Gozzoli)]

Sem comentários: