13 de fevereiro de 2011

A “peça” que falta.

No Evangelho de hoje, Jesus aparece-nos como Aquele que vem completar a Lei e os Profetas. Mas ao dizer-nos para o que vem, diz-nos também para o que não vem: não vem para revogar nada. Assim, não pode existir lugar para dúvidas. “Quem tem ouvidos para ouvir, oiça.” (Mc 4,9).

O que Jesus vem então anunciar é que a Lei não é completa. E não é, nem pode ser, pois o ser humano é um ser finito. Mas, sendo a Lei necessária, então tem de ser completada com essa “peça” que não “nasce” do homem. É oferecida ao homem: “… falamos da sabedoria de Deus, misteriosa e oculta, que já antes dos séculos Deus tinha destinado para a nossa glória.” (1 Cor 2, 7).

Assim, com essa “peça” que nos é oferecida, o homem poderá vir a conseguir viver com a Lei completa. Basta que o deseje e escolha: “Se quiseres, guardarás os mandamentos: ser fiel depende da tua vontade.” (Sir 15, 15).

Apenas Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, nos pode mostrar qual a sabedoria de Deus que completa o verdadeiro caminho que poderemos seguir. E, com essa ajuda, não parece difícil. O homem é que muitas vezes complica a questão. Por exemplo, como é que é possível cumprir uma lei que diz: “Não matarás.”, e não cumprir uma lei que diz: ”Não dirás mal do teu próximo.”? Se as duas leis são válidas, mas se não se cumprem as duas, então não se segue a lei completa.

Procuramos uma vida completa? Uma vida feliz? Então não podemos deixar esta “peça” de lado.

1 comentário:

Miguel Pedro disse...

Muito obrigado, Pedro!