14 de setembro de 2011

14 DE SETEMBRO - EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ


“Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: «Ninguém subiu ao Céu senão Aquele que desceu do Céu: o Filho do Homem. Assim como Moisés elevou a serpente no deserto, também o Filho do Homem será elevado, para que todo aquele que acredita tenha n’Ele a vida eterna. Deus amou tanto o mundo, que lhe entregou o seu Filho Unigénito, para que todo o homem que acredita n’Ele não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele.”          [Jo 3,13-17]


Comentário:
'Assim como Moisés elevou a serpente no deserto'… a serpente, aquilo que rasteja, o que é vil, fraco, desprezível. Moisés levantou, ergueu o que é desprezível no deserto – o povo de Israel.
'também o Filho do homem será elevado'… Jesus identifica-se com o mais baixo, mais fraco, com o desprezível, com um povo, e baixa-se para se elevar com ele, e será sempre elevado, não é uma acção acabada, mas para cada momento até ao fim.
'para que todo aquele que acredita tenha n'Ele a vida eterna'... esta é a mensagem de Jesus, para quem confia na sua Graça, no seu amor. Levantado por Ele, como uma serpente no deserto, experimenta aquilo que o amor é, experimenta a vida completa, eterna.
'Deus amou tanto o Mundo...para que...não pereça, mas tenha a vida eterna'...porque Deus nos ama, e este é o movimento do amor de Jesus, de quem levanta a 'serpente', o fraco, o caído, o desprezível, o esquecido e maltratado por todos. Mas levanta para que não pereça, não caia, não morra, para que ande direito e não de rastos.
'Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para ser salvo'...Deus não condena, não julga, não esquece, mas acredita, levanta, salva, põe de pé, por Amor.
'salvo por Ele'...é Jesus que salva de quê? de tudo o que leva ao rastejar, do andar caído, dos nossos 'rastejos'...Ele baixa-se por nós para nos elevar; salva do medo, da solidão profunda...do inferno.
é neste Jesus que vale a pena acreditar para ser elevado.

9 comentários:

Anónimo disse...

Curiosamente "o povo de Israel" é, literalmente, o povo que vê deus.

Assim, considerar que quem vê deus é "vil, fraco, desprezível."

parece paradoxal com

"Jesus que salva de quê? de tudo o que leva ao rastejar, do andar caído, dos nossos 'rastejos'...Ele baixa-se por nós para nos elevar"

, uma vez que também vê deus.

Aliás Jesus será a palavra que representa a própria noção de deus...levando o seu povo a ver deus e como tal, povo de "Israel", "vil, fraco, desprezível." .

Anónimo disse...

"mundo de contemplação do Convento da Cartuxa. Ali, dez monges vivem em isolamento total, movidos pela fé."

"Ele baixa-se por nós para nos elevar; salva do medo, da solidão profunda...do inferno. é neste Jesus que vale a pena acreditar para ser elevado. "

Quem vai "salvar" os monges do inferno?

João Brandão,sj disse...

Caro Anónimo 1,
Obrigado pelo comentário, mas na verdade não se segue que por se "ver" Deus se seja "vil, fraco, desprezível."
Mas a atitude de Deus é a de ouvir quem clama, isso sim segue-se, presumo, de quem se sente desprezível e fraco. A todos os que clamam Deus 'ouve' e 'responde' e ama.

João Brandão,sj disse...

Caro anónimo 2,
Gostaria de saber o que entende por inferno.
Pois referimos niveis de solidão diferentes

Anónimo disse...

"Mas a atitude de Deus é a de ouvir quem clama,"

Como sabe?

Mesmo se estiver a ouvir o seu MP3?

Anónimo disse...

"Gostaria de saber o que entende por inferno."

Usei a sua: "salva do medo, da solidão profunda...do inferno."

"Pois referimos niveis de solidão diferentes"

Como sabe? Como mede os níveis de solidão?

João Brandão,sj disse...

Caro anónimo,

Bem quanto à audição de Deus calculo que não imagine um Deus que use mp3 nem que tenha ouvidos como os nossos de carninha...estou a brincar!!!
Eu não imagino...e não acreditaria num Deus assim!!!

Quanto à solidão, eu referi solidão e não isolamento que são coisas diferentes!
Os monges podem estar isolados e não se sentirem em solidão, como também pode haver monges que estejam isolados e estejam em solidão. E como disse, a salvação é dessa solidão profunda interior, que toca a todos, porque haveriam os monges de ser diferentes?
Creio que todo o homem e mulher experimentam cada um à sua medida o que é a solidão...
...mas como vivê-la melhor? Deixo a qustão

Anónimo disse...

«Eu não imagino...e não acreditaria num Deus assim!!!»

O seu deus está todo na sua imaginação?

Porque é a sua imaginação melhor do que a minha?

Como os que se dizem representantes de deus não são capazes de mais...

Eu não acredito num deus assim...

Anónimo disse...

«Obrigado pelo comentário, mas na verdade não se segue que por se "ver" Deus se seja "vil, fraco, desprezível."»

Se isso é verdade então terá de rever o que escreveu:

«'Assim como Moisés elevou a serpente no deserto'… a serpente, aquilo que rasteja, o que é vil, fraco, desprezível. Moisés levantou, ergueu o que é desprezível no deserto – o povo de Israel.»