27 de novembro de 2011

Toca esperar

Toca esperar. Não é imposição. É uma necessidade. Viver a espera é viver à espera. Poucos mecanismos são tão dinamizadores como aquele instalado no profundo de quem se sente incompleto. Uma carência constitutiva despoja o Homem de toda a ilusão de perfeição. Entretanto, a pessoa humana continua a transbordar dignidade. Não existe incompatibilidade possível entre a insuficiência de transcendência e a intensidade da dignidade. O convívio é amável no interior de cada ser humano. Mas, sobretudo, ardentemente discreto. Tão discreto que muitos ignoram a energia irrepreensível de quem se sente dinamizado. Impelido a esperar, necessitado de ser completado.
O ritmo litúrgico não se detém. O esplendor do Rei de tudo dá lugar ao Menino nascido do nada. Este Rei foi aquele Menino. Este Menino será aquele Rei. Não é um paradoxo biográfico, mas a incapacidade de Cristo se esgotar na vida de qualquer um dos seus crentes. Não há vida humana capaz de abranger por completo o mistério daquela outra divina, nascida na terra. Nascida para dar vida. Esperada por ser semente de futuro.

Começa o Advento, celebremos a privilegiada necessidade de esperar.

6 comentários:

Anónimo disse...

"" O esplendor do Rei de tudo dá lugar ao Menino nascido do nada. Este Rei foi aquele Menino. Este Menino será aquele Rei. Não é um paradoxo biográfico, mas a incapacidade de Cristo se esgotar na vida de qualquer um dos seus crentes. Não há vida humana capaz de abranger por completo o mistério daquela outra divina, nascida na terra ""

O Culto de Òsiris em todo o seu explendor.
O Pai ( Òsiris ), o Filho ( Hórus ) que também é Pai e a força Divina da terra e de todo o Universo, Isis. ( a Virgem Maria )

Anónimo disse...

O culto, o mito, ou a fábula...

A espera, que a noite passe para voltar o dia.


A espera do solestício de Inverno.

Um ciclo termina, para nascer outro...

Missé disse...

Obrigado, Alber!
Um abraço

M. V. disse...

Olá,
Tomei a liberdade de "roubar" este texto, para o postar lá no blog paroquial... Espero que me desculpem o atrevimento. Obrigado

PSC disse...

O comentario anterior deveria ter saído desta conta...:) Obrigado à mesma

Anónimo disse...

Enquanto uns esperam... os outros trabalham.