29 de dezembro de 2011

Muçulmanos moderados garantem Natal em Java


Indonésia
29-12-2011


Dezenas de voluntários montaram guarda à casa onde os cristãos se reuniram para celebrar o Natal, impedindo fundamentalistas de atacar a comunidade.
A comunidade cristã de Java Ocidental, na Indonésia, conseguiu celebrar o Natal em paz graças à intervenção de dezenas de voluntários da ala juvenil de uma organização islâmica moderada, conhecidos como Banser.

Os Banser montaram guarda à casa de um dos cristãos, onde a comunidade se deslocou para celebrar o Natal, uma vez que a polícia local lhes tinha impedido o acesso à Igreja. Um grupo de quarenta radicais pediu que os Banser saíssem, mas estes mantiveram-se firmes, garantindo que tinham mais mil voluntários prontos a acudir, caso a situação se tornasse violenta.

“Estamos aqui para impedir que quaisquer distúrbios inesperados incomodem as cerimónias de que quer que seja”, afirmou Rome, um dos líderes dos Banser, em declarações à agência AsiaNews.

A comunidade cristã agradeceu a ajuda dos muçulmanos moderados, mas indicou que vai apresentar queixa pelo facto de as autoridades locais terem interferido, visando impedir que passassem o Natal na Igreja.

A acção da polícia seguiu-se às declarações públicas do presidente da Câmara, que se opôs à construção de uma nova igreja para os cristãos.

Os cristãos são minoria na Indonésia, o país com maior número de muçulmanos do mundo. Em algumas ilhas, existem maiorias cristãs, mas, em muitos dos locais onde são minoria queixam-se de perseguições e actos de violência, levados a cabo por muçulmanos mais intolerantes.

A Indonésia conta ainda com algumas comunidades budistas e hindus.

Prova-se assim que, ao contrário do que ideologicamente e sem se preocuparem com os factos, afirmam Dawkins e Harris, os religiosos moderados não são responsáveis pela violência dos extremistas. É exactamente o contrário que se passa.

Sem comentários: