9 de março de 2012

Percursos da quaresma: deserto

"A imagem mais importante da Quaresma é o deserto. Um lugar inóspito, duro, sozinho. O deserto é obrigatoriamente um lugar de passagem, porque ninguém pode sobreviver permanecendo ali dias a fio. Mas o deserto é também um lugar de escuta e atenção. É um lugar onde se definem rumos e caminhos. Ter o deserto como pano de fundo do caminho quaresmal é colocarmo-nos num ambiente de medo e fascínio, de grandeza e pequenez. O deserto é promessa, horizonte, vida esperada, terra fértil para além das dunas solitárias. O deserto é a imagem da nossa existência, um caminho difícil, mas orientado para a esperança. É muito rico poder perceber e viver no deserto um lugar de amadurecimento, uma passagem para a felicidade."

Pe. António Valério, sj

original aqui