16 de setembro de 2012

Ocupar o seu lugar ‘atrás de’ JESUS


No Evangelho do XXIV Domingo lêem-se as plavras de Jesus a Pedro, que não aceitava que Jesus fosse entregue nas mãos dos que o haveriam de crucificar: ‘Afasta-te de mim, Satanás, porque não compreendes as coisas de Deus mas só as dos homens.’

Vale a pena ler o comentário de D. António Couto sobre esta passagem:

“Note-se a tradução correcta: «Vai para trás de MIM» (hypáge opísô mou) (8,33), e não: «Afasta-te de MIM», como se vê em muitas traduções. «Atrás de MIM» é o lugar do discípulo, que segue o Mestre passo a passo, que deve ter em consideração as coisas de Deus, e não as dos homens. É, de resto, a mesmíssima linguagem posta na boca de JESUS aquando do chamamento de Pedro e André: «Vinde atrás de Mim (deûte ôpísô mou)» (Marcos 1,17).”

D. António Couto
Blogue ‘Mesa de Palavras’

2 comentários:

Anónimo disse...

Vinde a Mim que Eu Sou. Em Mim encontrareis descanso para vossas vidas. Eu Sou o Caminho para o Pai. Eu Sou o clarificador, aquele que vos ensina a dissecar pelos caminhos da autosuficiência, relativismo e subjetividade. Eu Sou a moral objetiva, Eu Sou o perdão, Eu sou o Amor, Eu Sou a justiça, Eu Sou a misericórdia e a salvação.
Segue-Me pois....

Louvado seja o Senhor Jesus

Anónimo disse...

Caro Alfredo,

Tente dizer as palavras de um jesuita do século passado a um discipulo do mesmo. Não podem existir registos escritos sobre esse jesuíta nem do discipulo. Consegue? Acha credível? Porque acredita em estorinhas da bíblia? "Jesus disse a Pedro".
Saudações,