1 de novembro de 2012

"Todos os Santos"



           “Todos os santos” são protagonistas neste feriado.

          Mas, para quê este dia? “Todos os santos” são muitos. Contudo, trezentos e sessenta e quatro dias não bastam para tanta homenagem. Cada santo suscita na nossa memória um merecido agradecimento, e um só dia ergue-se corajoso para honrar a existência dos irmãos que nos precederam. Novembro inaugura-se com esta festa. Um dia inteiro em que cabem todos os santos. A lista é comprida.

          Mas, quem são esses santos? Estão os que nunca existiram e também os que andam na boca de todos. Uns “aliviam a dor de fígado” e outros “ajudam a encontrar os objectos perdidos”. Muitos deles religiosos -padres ou freiras, fundadores ou desapercebidos, mártires e serviciais-, mas cada vez mais leigos também. Alguns são mediáticos, outros praticamente desconhecidos. Santos estrangeiros e santos portugueses. Figuras todas elas exemplares, ainda que por vezes também enigmáticas. Mas santos, santos “oficiais”. A lista é concreta

          Mas, será que não se esgota esta santidade? A vocação do cristão é para a santidade, e esta santidade permanece incompleta enquanto se desenvolve a vocação. Porém, há pessoas que transparecem santidade. Conheço homens e mulheres bons. Nunca foram canonizados (em parte, porque ainda não morreram). Mas é que pode ser que nunca o sejam, apenas porque os altares e os relicários ignoram milhares. Digamos que, simplesmente, respeitam o anonimato de milhões de fiéis que foram, e participaram, na história da santidade. Deus sabe-os santos, e isso já é bastante. Há “santos de canonização adequada”, e há “outros de bondade evangélica”. Dos primeiros se pressupõe a segunda característica, dos segundos não se exige a primeira condição. A lista é aberta.

          Quem me dera que estes parágrafos pudessem ser merecida homenagem para os santos que, sendo-o na História, mal conhecemos hoje; assim como homenagem para os que, conhecendo-os bem na atualidade, mal os reconhecemos sem mais! 

          Dia de santos, dia de todos.


Sem comentários: