14 de abril de 2013

III Domingo do Tempo Pascal

 
João 21, 1-7
 
Mais tarde, Jesus apareceu outra vez aos seus discípulos nas margens do lago de Tiberíades, e manifestou-se desta maneira. Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, a quem chamavam Gémeo, Natanael, de Caná da Galileia, os dois filhos de Zebedeu e outros dois discípulos. Simão Pedro disse aos companheiros: "Vou pescar." Os outros responderam-lhe: "Nós vamos contigo." Saíram de casa e meteram-se num barco, mas naquela noite não apanharam nada. Ao romper do dia, Jesus apareceu nas margens do lago, mas os discípulos não sabiam que era ele. Jesus falou-lhes assim: "Amigos, têm alguma coisa que comer?" Eles responderam: "Nada." Jesus disse-lhes então: "Deitem a rede para o lado direito do barco que hão-de encontrar." Deitaram-na e depois tiveram dificuldade em a puxar, por causa da grande quantidade de peixes. Nisto, o discípulo que Jesus amava disse a Pedro: "É o Senhor!" Mal Simão Pedro ouviu dizer que era o Senhor, vestiu a roupa que tinha tirado e lançou-se à água.


"Não sei qual deles serás. Se é um dos que empurra o Barco, se és um dos que comanda e indica o caminho para o Mar, ou se és um dos que lança ou puxa as redes para recolher o fruto da pesca. Ou então és um bocadinho deles todos... A certeza é que Hoje partes em viajem, confiado naqu'Ele que diz "lança as redes!", não sabes o que vai acontecer, mas partes. Algo mudou, renasceste..."
                                                                                                           Vera Miranda (adapt.)

Sem comentários: