23 de setembro de 2013


É com grande tristeza, mas em profunda acção de graças pela sua vida, que venho
comunicar-vos que o P. Alfredo Dinis deixou de estar entre nós, desde ontem,
Domingo, pouco antes da meia-noite.

O modo confiado como viveu a sua doença, desde Novembro do ano passado,
marcou-nos a todos os que pudemos acompanhá-lo neste percurso. Há dias,
depois de se ter confessado e de ter comungado, assegurou-me que estava em
paz, preparado para que o Senhor o chamasse. Pude agradecer-lhe o quanto me
deu e à Comunidade Pedro Arrupe, sobretudo no modo como viveu a sua entrega
na doença. No final, pudemos dar um abraço, com grande consolação para
ambos. Nossa Senhora, por quem sempre mostrou tanto afecto, esteve,
seguramente, com ele no sofrimento dos últimos dias.

Desde já, quero agradecer a todos a proximidade e a oração. Agradecida
ficará, também, toda a Companhia aos muitos amigos e profissionais da saúde
que, de modo tão dedicado, acompanharam o P. Alfredo ao longo destes longos
meses.

P. José Frazão, sj

O seu funeral realiza-se amanhã, 24 de setembro:

               - Missa às 10h, na Igreja de São Vicente, em Braga;

               - Funeral às 17h, na Igreja Paroquial do Tramagal, Abrantes.

8 comentários:

O Sousa da Ponte disse...

Paz à sua alma.

Como céptico espero, do fundo do coração, que estivesse ele certo e eu errado.

E que os deuses o recebam com a pompa e circunstância que uma mente brilhante como ele merece.

E que lá, no acento etéreo, se memória desta vida se consente, nos relembre e que possa sentir a falta que faz.

Certamente fará um sorriso e nos perdoará a todos.

Se for permitido enviar um bem haja para ele lá onde certamente está aqui vai.

Até já.

E, caro crente, pode ter a certeza que até lá vou ter um argumento melhor para lhe demonstrar que Deus não existe.

Mesmo que tenha de pedir a Deus que me ajude no argumento.

O Sousa da Ponte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Helder Sanches disse...

A toda a Comunidade Pedro Arrupe e a todos os colegas e amigos do Alfredo transmito o meu sentido pesar por esta perda precoce de tão ilustre e exemplar ser humano.

Nuno disse...

Guardo com muita simpatia a memória do Pe. Alfredo com que estive algumas vezes.

Cisfranco disse...

Associo-me ao pesar pela passagem do autor (ou co-autor) deste blog, que só conhecia daqui e a quem estimava.
Paz para ele!

Anónimo disse...

R.I.P.

Anónimo disse...

Mesmo sem Deus, a Memória do P. Alfredo Dinis fica entre nós. Concordando com algumas perspectivas, sobre a cultura colectiva, mesmo sem concordar com outros assuntos, foi um exemplo, estimulou a comunicação neste BLOG, defendeu a liberdade dos anónimos. A sua alma terá o purgatório da nossa memória, e já tem um cantinho ao lado das memórias felizes, descanse em paz.

Anónimo disse...

Conheci o Padre Alfredo Dinis o ano passado no programa prós & contras. Depois, tendo gostado da sua intervenção, consegui chegar a este blog onde li textos dele e de outros também interessantíssimos. Foi com surpresa pois, que me deparei com esta mensagem. Mas nós cristãos sabemos que a morte é a passagem da vida para a vida através da ressurreição. Até breve!

Francisco