27 de outubro de 2013

Domingo XXX do Tempo Comum



Graça a pedir: Fé, Esperança e Caridade

- A oração do humilde (Esperança)
“A oração do Humilde atravessa as nuvens e não descansa enquanto não chega ao seu destino.” Já muito ouvimos falar de oração, de relação com Deus, mas quantas vezes nos deixamos abater pelas dificuldades, pela aridez, pela nossa realidade de pecado? Quantas vezes entramos num ciclo vicioso de busca das respostas em nós, num “auto-centrismo” que não mais é do que uma espiral que nos fecha em nós mesmos e nos afasta dos outros e de Deus. A maneira de quebrar este ciclo é sairmos de nós mesmos, aceitando a nossa condição de fragilidade, colocando toda a nossa esperança na Graça do Senhor que em nós opera.

- O Senhor está a meu lado (Fé)
Ainda que todos me abandonem, o Senhor permanece a meu lado. Este é um pilar da fé. A fidelidade de Jesus, que tudo sofreu e suportou para que nenhum homem, fosse qual fosse a sua situação de miséria, sofrimento ou pecado, se sentisse abandonado. Deus permanece e eu sou chamado a permanecer n’Ele.

- Quem se humilha será exaltado (Caridade)
Aquele que se humilha é aquele que desce até ao outro sem o condenar, mas que se baixa para o poder levantar. Esta humilhação é ao mesmo tempo um acto de Fé, mas também de misericórdia e de Caridade. Aquele que sabe pedir o perdão é também aquele que perdoa. Deixemos que esta atitude, tomada primeiramente por Cristo, se torne também nossa, não para sermos exaltados, mas para exaltar o nosso irmão ao levantá-lo.

Sem comentários: